Autofloração

As sementes de canábis autoflorescentes proporcionam uma colheita simples de canábis de alta qualidade sem alteração de ciclos de luz ou remoção das plantas macho. Por estes mesmos motivos são também conhecidas como sementes Automáticas, dado que a maioria do trabalho de se alcançar uma colheita de ... Read more


Your order will be shipped discreetly
Orders are shipped the next working day
All our products are checked for quality
  • Descrição


    As sementes de canábis autoflorescentes proporcionam uma colheita simples de canábis de alta qualidade sem alteração de ciclos de luz ou remoção das plantas macho. Por estes mesmos motivos são também conhecidas como sementes Automáticas, dado que a maioria do trabalho de se alcançar uma colheita de flores fêmeas não polinizadas já foi feito antes mesmo de germinarem. A simplicidade do processo de cultivo torna as variedades autoflorescentes bastante apelativas para muitos dos cultivadores principiantes. Além disso, estas variedades são uma excelente opção para cultivadores em climas menos quentes que desejam cultivar em terreno aberto ou numa varanda ou peitoril, mas que se encontram limitados por Verões curtos.

    As vantagens das sementes de canábis automáticas
    Quando cultivadas no exterior, as sementes automáticas podem produzir duas ou mais colheitas durante um Verão normal. Sob luzes, as "auto" passam de plântulas a planta completamente madura em apenas dez semanas. Para além disso, a maioria é bastante resistente a infeções fúngicas, bolor, pragas e até mesmo à geada graças à sua linhagem norte euro-asiática extremamente robusta - a Ruderalis - que desenvolveu a capacidade de florescer em qualquer altura para sobreviver. As sementes que florescem automaticamente podem ser cultivadas no interior, no exterior ou numa estufa. Adicionalmente, todas as sementes nesta categoria são feminizadas e derivam de uma ampla gama genética, oferecendo diferentes sabores, aromas e efeitos.

    Factores de rendimento para as variedades de sementes autoflorescentes
    Em termos de rendimento, estas sementes são capazes de produzir colheitas de tamanho razoável, mesmo com uma fonte de luz menos intensa. Todavia, a regra geral de quanto maior a intensidade da luz, melhores os resultados, também se pode aplicar aqui. Não se deve esquecer de que a quantidade produzida por estas variedades depende do tamanho final da planta, ou seja, uma planta de canábis quase anã num peitoril nunca produzirá o mesmo que uma planta em grandes vasos sob luzes de alta intensidade. Em geral, a quantidade de botões recolhida a partir de sementes desta secção é favoravelmente comparável à quantidade obtida de sementes feminizadas ou regulares da mesma variedade.

    Níveis de THC mais elevados
    Este é o primeiro grupo de variedades a produzir botões de qualidade superior com elevados níveis de canabinóides que dispensam a luz intensa durante períodos de tempo determinados. Quer seja com luz artificial ou natural, sempre foi necessário ter certos cuidados, tais como os tempos de exposição das plantas e garantir que as horas de escuridão eram, de facto, escuras. A poluição luminosa, mesmo de fontes menores, confunde os "relógios" internos das plantas, que ficam sem saber se deviam estar a vegetar ou a florescer.

    As sementes autoflorescentes, por outro lado, completam o seu ciclo de vida independentemente da duração dos dias, embora se atinjam melhores resultados com pelo menos dezoito horas de luz. Ao contrário das sementes regulares, as sementes "auto" não necessitam do habitual ciclo de 12 horas de luz alternado com 12 horas de escuridão para florescer com sucesso, quer sejam Índicas, Sativas ou híbridas. Estas parecem praticamente imunes à poluição luminosa, tolerando períodos irregulares e imprevisíveis de luz e escuridão sem consequências. Os cultivadores de exterior com Verões curtos podem esperar pelas semanas mais quentes para cultivar as suas sementes de canábis automáticas, com a certeza de que a maioria dessas horas impulsionará o período de produção de flores e não o período vegetativo.

    Como é que a canábis consegue florescer automaticamente?
    Esta característica essencial desenvolveu-se como uma necessidade para a sobrevivência nas zonas inóspitas e severas da Rússia central, onde surgiu a Canábis Ruderalis, a variedade autoflorescente original que criou esta capacidade quase mágica. Não tendo os Verões longos e quentes do continente indiano ou das zonas tropicais e equatoriais onde (respectivamente) a Índica e a Sativa se desenvolveram, esta parente não se podia dar ao luxo de esperar pela alteração nos ciclos de luz que indicam o início do Verão para começar a florescer. O tempo tornava-se frio o suficiente para matar as plantas antes de a polinização se dar e as sementes surgirem. Em vez disso, tinha de começar a florescer assim que possível para ter tempo suficiente para completar o ciclo reprodutivo e dar novas sementes. Os criadores viram de imediato a vantagem que isto teria noutras variedades e começaram a criar sementes com esta capacidade "autoflorescente".

    Ideal para principiantes
    As sementes autoflorescentes são uma boa opção para quem é completamente inexperiente na arte do cultivo e deseja começar pela canábis. Os filtros podem ser usados para uma visualização simples destas variedades de acordo com o rendimento, tempo de floração, estatura, preço, predominância Índica ou Sativa, etc. Pode encontrar aqui alguns dos nomes mais famosos, tais como a White Widow e a Master Kush, e diferentes tipos de Skunk e Haze. As sementes estão disponíveis em pacotes de 5 e de 10 sementes e algumas variedades também podem ser adquiridas em pacotes de 3 e de 25.